Perkons S.A | Mobilidade e Segurança no Trânsito

Educador Traffic calming

Manter velocidades mais baixas em ambientes urbanos ajuda a tornar a convivência com os pedestres e ciclistas melhor, pois na medida em que prioriza ações para redução do tráfego motorizado, incentiva o uso e aumenta a segurança para os deslocamentos não motorizados.

A implantação do traffic calming, um conjunto de medidas para moderação do tráfego motorizado, é uma alternativa para que as ruas sirvam a todos, pois cria espaços de circulação seguros para os modos não motorizados. Geralmente é empregado em áreas com alta densidade de habitações e com intenso fluxo de pedestres e ciclistas. E inclui alterações na geometria e traçado da via, ordenamento de fluxos de tráfego e diferenciação de pavimentos.

O objetivo é reduzir o número e a severidade dos acidentes, mas a redução da velocidade máxima também diminui os ruídos e a emissão de poluentes no ar. As medidas podem ser projetadas para a redução da velocidade dos veículos e/ou para criar um ambiente que induza a um modo prudente de dirigir.

A prática já foi amplamente adotada em vias da Alemanha, Estados Unidos, Canadá, Bélgica, Holanda e Reino Unido. No Brasil, algumas experiências já estão acontecendo. Em Curitiba houve a implantação das vias calmas. Uma delas tem extensão de 6,3 km (3 km no sentido centro e 3,3 km no sentido bairro) e conta com faixas preferenciais do lado direito da pista, onde carros e bicicletas compartilham o mesmo espaço. A velocidade máxima permitida para os veículos motorizados é de 30 km/h.



Crédito: Maurilio Cheli

Avenida Sete de Setembro, via calma de Curitiba, onde a velocidade máxima permitida é de 30km/h.

As principais medidas de traffic calming são: deslocamento do eixo das vias, bloqueio parcial de cruzamentos, implantação de ondulações, de plataformas, de platôs e de almofadas (speed cushions), ilhas centrais, estreitamento das vias, implantação de chicanas, de rotatórias, de sonorizadores e de pavimentos diferenciados. Conheça alguns exemplos de medidas de moderação:

 

Crédito: Blog Mi Diario Urbano

Estreitamento de via
Crédito: Federal Highway Administration

Rotatória (Michigan, EUA)
Crédito: InternetIgloo.com

Chicana (com faixa para ciclista)
Crédito: Wikipedia

Chicana
Crédito: Wikipedia

Almofadas (speed cushion)
Crédito: Multiseal.net

Diminuição do raio de giro (Montreal, Canadá)
Crédito: Wikipedia

Diminuição do raio de giro
Crédito: Federal Highway Administration

Platô (West Palm Beach, EUA)
Crédito: Cicloativismo.com.br

Ilhas
Crédito: Wxerfm3.com

Travessia elevada (Sheboygan, EUA)



Compartilhe:
« Voltar