Perkons S.A | Mobilidade e Segurança no Trânsito

Condutor Direção e atenção

Atenção é um dos quesitos essenciais para quem quer ser um bom condutor. O desvio rápido do olhar, em tráfego pesado, pode causar um acidente. Algumas simples atitudes já ajudam a melhorar o trânsito:


Crédito: Expresso MT

- Redobre a atenção e reduza a velocidade em locais com grande circulação de pedestres, como saída de shoppings, hospitais e escolas.
- Observe o ambiente a sua volta, olhe através dos espelhos e do vidro do carro a sua frente. Fique atento a buracos, curvas, obras, sinais de luz de outros veículos, reconhecendo o perigo. Evite ficar atrás de ônibus e caminhões, pois eles dificultam a visibilidade no trânsito. Se não puder evitar, mantenha maior distância para eventual frenagem.
- Dê preferência aos veículos do corpo de bombeiros, ambulâncias e carros policiais. Facilite a sua passagem.
- Mantenha uma distância de 1,5 m do ciclista ou do motociclista quando for ultrapassar.
- Quando sair de um estacionamento, observe todos os espelhos retrovisores do carro para verificar a presença de pedestres, que têm prioridade nesses casos.
- Comunique ao órgão responsável a localização de semáforos quebrados, lâmpadas da iluminação pública queimadas e buracos na via.
- Respeite a sinalização da via. Ela está presente para orientar o trânsito e proteger condutores e pedestres.
- Sinalize suas ações com antecedência. Ao virar ou mudar de pista, ligue o pisca-pisca à 200 m da mudança de direção e certifique-se de que os demais motoristas viram e compreenderam seu sinal antes de realizar a manobra.
- Ao aproximar de um cruzamento pela preferencial, sempre diminua a velocidade, pois outros motoristas podem não ter percebido a sua prioridade.
- O risco de colisões aumenta depois da meia-noite, porque muita gente não pára no semáforo com medo de assalto. Nesse horário, atravesse os cruzamentos com cuidado, mesmo que o semáforo esteja verde para você.
- Sinalize com antecedência sua intenção de ultrapassar. Certifique-se de que a faixa da esquerda está livre e de que há espaço suficiente para a manobra. A ultrapassagem deve ser rápida e segura, só retorne à pista após localizar o veículo ultrapassado pelo retrovisor. Ultrapasse sempre pela esquerda e apenas nos trechos permitidos.
- Ao ultrapassar um ônibus que esteja parado, reduza a velocidade e preste atenção: passageiros poderão iniciar a travessia pela frente do veículo, ou correr para embarcar.
- Mantenha sempre uma velocidade segura: o excesso de velocidade é uma das maiores causas de acidentes de trânsito no Brasil.

Limites de velocidade


Nas cidades: vias de trânsito rápido – 80 km/h
vias arteriais – 60 km/h
vias coletoras – 40 km/h
vias locais – 30 km/h
Nas rodovias: automóveis, camionetas e motocicletas – 110 km/h
ônibus e microônibus – 90 km/h
demais veículos – 80 km/h
Nas estradas (vias rurais não pavimentadas): todos os veículos – 60 km/h

 

Neblina e chuva são situações que exigem maior atenção do condutor:
- Mantenha os faróis baixos acesos.
- Fique a uma distância segura do veículo à frente.
- Não trafegue pelo acostamento.
- Evite realizar ultrapassagens.
- Não ligue o pisca-alerta com o veículo em movimento.
- Não pare na pista. Se for imprescindível, procure locais seguros, acenda os faróis e utilize os equipamentos de segurança, como pisca-alerta e triângulo.
- Reduza a velocidade.
- Na chuva, os pneus podem perder o contato com o asfalto - aquaplanar - e perder a direção é comum. Nessa situação deve-se manter a marcha engrenada; diminuir a aceleração, sem frear; acender os faróis; girar suavemente a direção para a esquerda e para a direita até conseguir controlar o veículo.

 

Desligue o telefone celular!!!

Estudos da Universidade de Toronto, no Canadá, revelaram que o risco de acidentes quadruplica quando o motorista está conversando ao telefone celular. Os testes foram realizados com o uso de fones de ouvido e viva-voz, que deixam as mãos do condutor livres para efetuar manobras. Comprovou-se que esses acessórios apenas deixam uma falsa noção de segurança. Além do ato de segurar o telefone ou discar o número desejado, receber chamadas e conversar ao volante são os principais motivos de distração do motorista. O simples tocar do aparelho com o carro em movimento é suficiente para desconcentrá-lo.
Compartilhe:
« Voltar


» Campanha irlandesa alerta sobre a importância de estar atento ao trânsito


» Matéria Perkons: “Falta de atenção também mata”


» Distrações ao volante


» Veja como ultrapassar um caminhão com segurança (G1)



» Atenção

Dirigir requer atenção total. Algumas atividades podem desviar a atenção ao dirigir. Confira as as distâncias percorridas quando dirigimos e executamos algumas atividades concomitantes:

Ação Tempo necessário estimado Distância percorrida a
100 km/h (sem prestar atenção)
Acender um cigarro 3 segundos 80 metros
Beber um copo d’água 4 segundos 110 metros
Sintonizar o rádio 4 segundos 110 metros
Procurar um objeto na carteira Mais de 3 segundos 80 metros
Consultar um mapa Mais de 4 segundos 110 metros
Discar um número de telefone 5 segundos 140 metros



Fonte: Revista Cesvi; Mar/2000